quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Profissão, Por Quê? - da Educação Física ao Concurso Público


Olá, meu amoralescx mais amorosx dessa internet como você está? Por aqui estamos a todo vapor, e hoje dando sequência ao quadro Profissão, Por Quê? Vamos falar de escolhas, isso mesmo! Não basta somente se apaixonar  pela profissão escolhida, existe uma grande necessidade em ter uma estabilidade financeira, ainda mais com uma economia morta na atual circunstância.

EDUCAÇÃO FÍSICA x CONCURSO PÚBLICO


Hoje em primeira mão trago a Professora de Educação Física Pela UNICENP (Universidade Positivo) e agora concursada na Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar, exercendo o cargo de Técnica Administrativa Emanoelli Maria Markovski de Carvalho Panka


MVPA: Olá Emanoelli, muito obrigada por ter aceitado dar essa pequena entrevista ao Minha Vida por Acaso, existem diversas pessoas indecisas sobre qual carreira seguir, quando terminam seus estudos regulares, o que te levou escolher o curso de Bacharelado em Educação Física?

Emanoelli: Eu terminei o segundo grau com 16 anos e naquela época o que eu mais gostava de fazer era dançar, como eu não tinha muita noção de futuro, mas havia uma pressão da família para fazer uma faculdade, eu tentei Psicologia na Federal e na PUC (até hoje não sei por que) e na UnicenP ainda não tinha esse curso, resolvi tentar Educação Física, eu passei em Psicologia na PUC também, mas resolvi fazer Educação Física por impulso e foi minha melhor escolha, eu amei o curso!!

MPVA: Recentemente tivemos um Doutorando na área da Educação Física que nos deu um parecer sobre a Profissão em si, mas notamos que você resolver seguir outros rumos em sua vida quanto à profissão. Existe algum motivo em especial que foi determinante para que deixasse sua área?

Emanoelli: Sim, eu comecei a trabalhar já na faculdade, no segundo ano me tornei árbitra da Federação Paranaense de Natação e no terceiro ano me tornei professora estagiária de uma escola de ensino fundamental, assim que me formei fui efetivada na escola e trabalhei mais 2 anos lá como profissional, mas como dava poucas aulas por semana, meu salário era muito baixo, então comecei a estudar para concursos públicos.



MVPA: Quando você resolveu fazer Concurso Publico? Como foi esse processo de sair da sua profissão e voltar a estudar matérias de núcleo comum e para no fim exercer uma atividade totalmente diferente de sua formação inicial?

Emanoelli: Após a formatura, comecei a fazer cursinho preparatório de manhã e trabalhava na escola à tarde. Em 2 anos passei em 3 concursos, cheguei a tomar posse em um deles, mas pedi exoneração e escolhi a Sanepar, mais um acerto de escolhas na minha vida, estou trabalhando há 13 anos lá.


MVPA: Hoje com mais de 10 anos de Concursada, você se arrepende de ter saído da sua área? Ou se pudesse voltar no tempo, teria escolhido outra Profissão “diplomática”? Ou teria entrado na carreira de “concurseira” direto?

Emanoelli: Não me arrependo. Eu amo a Educação Física e pratico exercícios regularmente há mais de 20 anos. O curso me ajudou muito para a vida, pois eu amo a área de saúde, mas acho que se eu tivesse mais amadurecimento na época, teria tentado medicina por exemplo. Me formei aos 20 anos, idade que muita gente ainda está entrando na faculdade, acho que tive preguiça. (risos)



MVPA: Sabemos que você teve um grande apoio do seu Marido Otávio em todos esses anos, e há quase 01 ano atrás vocês foram abençoados com a chegada do Daniel para alegrar a vida de vocês. Você acredita ser fundamental o apoio familiar/conjugal na hora de tomar decisões importantes? A chegada do Daniel, com certeza trouxe muitas mudanças e o aumento das responsabilidades. Pensando em todas essas mudanças, e olhando para toda a sua trajetória você faria algo diferente?

Emanoelli: Não, tudo tem seu tempo e nesse meio tempo também me profissionalizei em outra área que morro de paixão, as Artes Cênicas, fiz um curso profissionalizante e hoje também sou atriz profissional, trabalhei muito nessa área também, enquanto trabalhava na Sanepar. Tenho orgulho de ter essas 3 carreiras no currículo, mesmo que somente uma delas hoje seja meu ganha pão. Com certeza a chegada do Daniel (minha melhor escolha de todas) trouxe a certeza de que ter os pés no chão hoje em dia valem muito mais do que a realização de qualquer sonho. Mas a vida é feita de ciclos e quando ele estiver maiorzinho nada impede de eu retomar antigos projetos. Minha família hoje são minha base e meus bens mais preciosos, sem eles eu não seria nada!!




Emanoelli, nós do Minha Vida Por Acaso queremos agradecer a sua disposição em nos dar essa breve entrevista, agradecemos por dividir um pouco de sua experiência com a gente.
Desejamos a você e sua família, muita saúde e sucesso .


E você? É formado em alguma coisa e teve que deixar seu curso para trabalhar em outra área? ou deseja  fazer concurso?
Conta pra mim.


Até a próxima!
 Beijokas

9 comentários

  1. Que bacana esta experiência da patrícia! Acho que o importante é seguir felizes com que escolhemos. Eu sou formada em pedagogia e curto muito o trabalho na escola. Ainda preciso encontrar meu lugar dentro dela, mas sem dúvida é uma experiência única!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, a experiência e a trajetória da Emanoelli nos fazem repensar se a profissão que escolhemos foi realmente a melhor para nós.

      Excluir
  2. Olá,

    Que interessante conhecer a história dela, de certa forma acaba nos dando incentivo para ir em busca de outras coisas. Eu tenho mestrado em Engenharia da Produção, mas ultimamente tenho trabalhado com revisão de livros, que é algo que também amo. Porém, também penso em fazer um concurso público, é uma meta pessoal. Adorei a entrevista!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Cargo público é almejado por muitos.
    Meu irmão é funcionário da Caixa.
    Eu não conseguiria ser funcionária pública.. amo muito meu trabalho. Mas quem quer sim uma vida estavel é melhor

    ResponderExcluir
  4. Oi
    É sempre bom trabalhar com o que gostamos,eu fiz jornalismo digital e amo meu trabalho ❤

    ResponderExcluir
  5. Que entrevista simpática, gostei muito do testemunho da Emanoelli, ela teve coragem e disposição para correr atrás de um novo futuro recomeçando os estudos (e deu certo!).

    ResponderExcluir
  6. Eu não sei se teria coragem pra largar a minha profissão de professora, como muitos andam fazendo, pra ter um cargo publico, principalmente levando em conta a situação do pais.
    Mas achei bem interessante a força dela de ter recomeçado e desejo muito mais sucesso ainda! Adorei a simpatia da moça!

    ResponderExcluir
  7. Que entrevista inspiradora. É srmpre desafiador mudar de rumo quando já estamos com a nossa situação definida. E é preciso ter coragem como ela pra mudar e correr atrás do que ser quer. Parabéns.

    ResponderExcluir
  8. Olha a intimidade hahha, a Manu teve muita coragem e determinação, para deixar o que ela amava, para buscar dividendos melhores! Optar por um concurso público a alguns anos atrás, trazia muita estabilidade financeira, hoje em dia em uma economia que é um tremendo carrossel, nada é garantido. Então aproveite mesmo menina essa oportunidade, aproveite sua família, e seu filho! A família é o pilar para a realização de qualquer humano

    ResponderExcluir

Comente Aqui!!

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Renata Massa

imagem-logo