quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Profissão, Por Quê? - Historiador e Geógrafo



Olá, meu amoralescx mais amorosx dessa internet como você está? Por aqui estamos a todo vapor, e hoje dando sequência ao quadro Profissão, Por Quê? Vamos falar daqueles que são responsáveis em fazer-nos viajar no tempo, desbravar espaços e culturas, que nos faz entender o porquê estamos aqui.

História e Geografia



Hoje em primeira mão trago o Professor Felipe Guttau Salles, formado em Licenciatura em História, Licenciatura em Geografia, Pós Graduado em Pesquisa e Docência para o Ensino Superior e Pós Graduado em Filosofia da Educação.


MVPA: Olá Felipe, muito obrigada por ter aceitado dar essa pequena entrevista ao Minha Vida por Acaso, sabemos que existem diversas pessoas indecisas sobre o que ser ou o que fazer na vida.
Como você percebeu que sua vocação seria a área das ciências humanas? Teve ajuda de amigos, professores ou testes vocacionais?

Felipe: Olá, boa noite! Primeiramente é um enorme prazer participar desta entrevista. Eu tive a sorte de ter um excelente professor de História durante o meu ensino fundamental e médio que me inspirou. Sempre fui atraído pelo ambiente escolar, então decidi me arriscar. Para a minha sorte, um dos professores no curso de História foi o Professor responsável por minha escolha, a minha grande inspiração.
 

MPVA: Felipe, você poderia contar de modo singelo o que engloba o curso de História e o curso de Geografia, e o que se pode esperar deles?

Felipe: São dois cursos muito complexos e interessantes. O curso de História busca no passado, fatos que consigam nos ajudar a compreender o nosso presente. E o curso de geografia, entre outras coisas, busca trazer ao estudante ferramentas necessárias para avaliar e compreender as transformações físicas que o Planeta Terra vem passando ao longo de vários anos bem como os aspectos demográficos, econômicos e políticos de cada país.



MPVA: Como foi pra você passar por esses 8 ( oito) anos iniciais  da sua carreira dedicados a compreensão basicamente teórica ( o que pra muitos pode parecer chato, sem muitas emoções)? Teve momentos que pensou em desistir ou mudar de curso?

Felipe : Na verdade, eu nunca pensei em desistir. Muitas vezes ia para o curso muito cansado devido a rotina agitada do meu trabalho, na época, mas sempre me senti muito feliz.

MVPA: Prometo que está acabando tá J, como professor e estudioso, existe uma grande necessidade de estar sempre  antenado nos acontecimentos mundiais e especialmente em nosso país. Bem sabemos que estamos à beira de um colapso econômico, moral, social, educacional e por ai vai, por isso essa pergunta é “composta”, ok?

Qual é a sua visão como profissional para aqueles que pretendem seguir carreira na área das Licenciaturas?

Felipe : Sempre teremos alguém nos ensinando, então, apoio totalmente a formação de novos profissionais Licenciados que estejam dispostos a contribuir para a formação de seres críticos e que, principalmente, acreditem no poder que a educação tem de transformar o mundo.




MVPA: Você comentou que é assumidamente homossexual, por este fator nada determinante, existe algum tipo de preconceito entre os profissionais? Como é “defender” a diferença de gênero e pregar para um mundo sem preconceitos em sala de aula, sem que venha a ferir algum “credo” ou “ideologia” ?


Felipe: Leciono há muitos anos e nunca encontrei dificuldades de relacionamento com ninguém por conta da minha opção sexual. Eu entro na sala de aula para lecionar História e Geografia com muita seriedade e compromisso com o saber. A minha opção sexual fica no lugar onde ela tem que ficar, sendo apenas a minha opção sexual. A individualidade de cada aluno precisa ser preservada e respeitada, bem como a minha. E é nesse “clima” de respeito mútuo que eu venho trabalhando e colhendo excelentes frutos.

MVPA: Ser “identificado” como LGBTQI+ te atrapalhou em algum quesito quanto a sua escolha de profissão? Em algum momento da sua vida teve represálias por parte de alunos ou até mesmo pais de alunos?

Felipe : Nunca! 




MVPA: Você formou-se primeiramente em História, porque resolveu incrementar seus estudos com outra faculdade e especializações?

Felipe : Na verdade a necessidade de ampliar meus conhecimentos veio atrelada a necessidade de conseguir ter mais aulas atribuídas a mim. Como são cursos que se encontram em vários aspectos decidi me arriscar mais uma vez.

MVPA: Hoje, olhando toda sua trajetória, você faria algo diferente?

Felipe: Não! Eu sou muito feliz com as minhas escolhas. Gostaria de estudar muito mais, infelizmente não disponho de tanto tempo mas nunca penso em parar. A profissão que eu escolhi para a minha vida me impulsiona a estar sempre reciclando meus conhecimentos e aprimorando minhas técnicas.




MPVA: Felipe se fosse para ter outra profissão, qual você optaria?


Felipe: Veterinário, pois amo animais!


MVPA: Qual o conselho que você daria para as pessoas que desejam ingressar no curso de Licenciatura em História ou Licenciatura em Geografia?

Felipe : Estejam preparados para se apaixonar e usem essa paixão em sala de aula, contamine seus alunos com o amor que você passará a sentir pela História e Geografia.


Professor Felipe, nós do MVPA agradecemos muito pela sua disposição em ceder essa entrevista para nós, sabemos que decidir o que ser ou o que fazer na vida é muito difícil e não existe nada melhor do que ter um profissional dando sua visão sobre a profissão.
Desejamos-lhe todo o sucesso do mundo.


Amores, vou deixar o IG do Felipe para que vocês possam acompanha-lo e quem sabe o contratar para umas aulinhas particulares de História e Geografia, acho que muita gente faltou as aulas de história diante do cenário que o Brasil se encontra.



E você o que achou dessa entrevista? Também sonha em ser um Professor de História ou Geografia? Conta pra mim.

Beijos e até a próxima.


5 comentários

  1. Olá. Caí aqui por acaso. História e geografia não é a minha área, mas também sou de humanas. Por isso achei importante deixar meu comentário. Boa entrevista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a premissa do blog....coisas que acontecem por acaso. Obrigada pela sua visita e sabermos que gostou da entrevista, nos incentiva a continuar.

      Excluir
  2. Amei ler sobre a profissão através dos olhos de alguém apaixonado pelo que faz. Muito interessante!
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela entrevista Paula.
    Vou continuar acompanhando.

    ResponderExcluir
  4. Oi Paula! Tenho achado tão legal essas matérias que você tem feito. Confesso que, na época de escola, cogitei a ideia de fazer História. Sempre amei e amo até hoje, mas acabei entendendo que o mundo da sala de aula não era para mim e acabei mudando de ideia. Mas acho lindo! Amei essa entrevista. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Comente Aqui!!

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Renata Massa

imagem-logo