segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Profissão, Por quê?



Olá, meus amoralescos mais amorosos dessa interrrnet  como vocês estão? Por aqui estamos a todo vapor, e hoje dando sequência ao quadro Profissão, Por Quê? Vamos falar das pessoas que são responsáveis por defenderem nosso direito em momentos que são necessários à intervenção da Justiça para protegermos nossos direitos fundamentais. Sim vamos falar daqueles que escolheram passar a vida toda estudando para lutar pela Justiça.



Hoje em primeira mão trago a Advogada Bruna Carolina de Oliveira, bacharela em Direito pelas Faculdades Integradas Santa Cruz, devidamente inscrita na OAB/PR sob nº 90.214.




MVPA: Olá Bruna, muito obrigada por ter aceitado dar essa pequena entrevista ao Minha Vida por Acaso, sabemos que existem diversas pessoas indecisas sobre o que ser ou o que fazer na vida.
Como você percebeu que sua vocação seria a área das ciências Humanas? Teve ajuda de amigos, professores ou testes vocacionais?

Bruna: Olá!  Agradeço o convite e fico feliz em participar 😊 Bem, para mim a ideia surgiu na época do colégio e se consolidou no ensino médio. Sempre tem aquelas matérias que gostamos mais e nos damos melhor e elas acabam sendo um norte na hora de escolher uma carreira. Eu por exemplo adorava Português e História, enquanto Física e Matemática era um martírio hahaha. Então, ainda que eu tivesse dúvidas quanto a profissão, nunca me ocorreu fazer qualquer coisa da área de exatas, meramente pela falta de afinidade. É claro que nessa hora a ajuda de pessoas próximas e até mesmo dos testes é muito importante.


MVPA: Sabemos que estamos em uma era muita “louca”, onde é costume de alguns entrarem em aventuras jurídicas que procuram motivos quaisquer para movimentar o judiciário, em seu ponto de vista a falha está intrínseca na sociedade ou na formação dos advogados que aceitam essas aventuras?


Bruna: Creio que as duas coisas. Existem muitas pessoas que buscam resolver problemas no Judiciário sem necessidade. Isso realmente é complicado porque cada vez mais o Judiciário está abarrotado de demandas, e isso faz com que a duração dos processos seja maior. Nós aprendemos na faculdade que acionar judicialmente deve ser uma última medida, quando não for possível a solução do problema de outra forma. Até mesmo porque um processo além de demandar tempo, tem seus gastos. As pessoas precisam criar a consciência de que um processo é coisa séria e acabar com a cultura de “vou entrar com a ação para assustar, me vingar, etc”. E por fim, é claro que cabe ao advogado “filtrar” esse tipo de coisa e orientar o cliente da melhor forma.




MPVA: Bruna, você poderia contar de modo singelo o que engloba o curso de Bacharelado em Direito? Como foi pra você aguentar esses 5 anos de estudos a base de conceitos? E quais são as possibilidades para um Bacharel ou Bacharela em Direito.

Bruna : O curso de Direito tem duração de 5 anos e engloba matérias de todas as áreas do direito como Civil, Penal, Administrativo, Consumidor, entre outras. Além disso, obrigatoriamente temos que fazer um estágio, de acordo com as orientações de cada faculdade, para concluirmos o curso com uma experiência prática, afinal, nem todos tem a oportunidade de trabalhar na área antes ou durante o curso. Para mim, esses cinco anos foram bem puxados. Trabalhei como auxiliar jurídica desde o início até o final da faculdade, então a rotina era complicada, passava em casa só para tomar banho e dormir, rs. Mas independente do cansaço, eu escolhi um curso que adorava e nunca pensei em desistir. Sobre as possibilidades de carreira, se você é somente Bacharel, sem a inscrição na OAB, elas são um pouco mais limitadas. É possível trabalhar em escritórios ou empresas como assistente jurídico. Também vale a pena investir em concursos públicos.


MVPA: Prometo que está acabando tá J, como advogada há uma grande necessidade de estar antenada nos acontecimentos em nosso país. Muitos acreditam que estamos à beira de um colapso econômico, moral, social e etc. Qual é o papel do operador do Direito quanto a esse cenário?


Qual é a sua visão como profissional para aqueles que pretendem seguir carreira de operadores do Direito?

Bruna : Nosso cenário tem mudado com grande velocidade e realmente é preciso estar atento. Só no Brasil existe mais de 1 milhão de advogados, então o mercado está cada vez mais competitivo. Para quem deseja seguir carreira é preciso dedicação, buscar aperfeiçoamento, nunca deixar de estudar.
 

MVPA: Hoje, olhando toda sua trajetória, você faria algo diferente? Ou pretende especializar-se em alguma área?

Bruna : Difícil responder, sou feliz com a minha trajetória 😊 Talvez eu teria adquirido mais experiência, em áreas diversas. Mas terminei a faculdade com o sentimento de missão cumprida, sabendo que atingi meus objetivos com muito esforço e sucesso no final! O que amo mesmo é Processo Civil, Direito de Família (pretendo fazer pós-graduação nessas duas áreas) e Direito do Consumidor.



MVPA: Qual o conselho que você daria para as pessoas que desejam ingressar no curso de Direito?

Bruna : O primeiro conselho que daria é: Faça por vontade própria, por amor. Muitas pessoas se frustram porque acabam fazendo uma faculdade diferente daquela que realmente queriam. Segundo: Entre na faculdade sabendo que não vai ser fácil, que será cansativo e que você muitas vezes terá que deixar compromissos e pessoas queridas num segundo plano para conquistar seus objetivos, mas que no final tudo valerá a pena! Terceiro: A prova da OAB é complicada mesmo, mas não é um bicho de sete cabeças. Levando a faculdade toda a sério e com uma dedicação extra no final, você vai passar por ela sem grandes problemas, eu mesma consegui a aprovação quando estava no 9º período do curso. Persistência é a alma do negócio, nunca devemos desistir dos nossos objetivos. E quarto: Existem diversas possibilidades de carreira como abrir o próprio escritório, ser um advogado contratado de uma empresa/escritório, concursos públicos diversos, Magistratura, e por aí vai. Com certeza ao final você irá encontrar a carreira que te encanta mais.


Bruna, nós do MVPA agradecemos muito pela sua disposição em ceder essa entrevista para nós, sabemos que decidir o que ser ou o que fazer na vida é muito difícil e não existe nada melhor do que ter um profissional dando sua visão sobre a profissão.
Desejamos-lhe todo o sucesso do mundo.

Amoralescos, vou deixar o IG da Bruna para que vocês possam acompanha-la e quem sabe a contratar para a realização de uma demanda que você sabe que só o litigioso vai resolver.



E você o que achou dessa entrevista? Também sonha em ser um Bacharel (a) em Direito? Conta pra mim.

Grande beijo, e até a próxima.



11 comentários

  1. Ah, direito sempre foi uma área que me despertou interesse, mas não me vejo seguindo tal profissão.
    Foi uma ótima entrevista e tenho certeza que tirou muitas dúvidas de quem pretende prestar tal curso.

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a entrevista, para quem está com dúvida se deseja cursar Direito, precisa ler o post, que está bem esclarecedor.

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Adorei a entrevista, achei super diferente. Tem ótimas dicas para quem quer seguir essa carreira.
    Realmente hoje em dias as pessoas processam as outras por motivos banais, fico só observando isso.

    ResponderExcluir
  4. Oi,tudo bem ?

    Nossa, muito bom achar um post assim por aqui, afinal o post além de lindo está super completo e a entrevista está maravilhosa.

    ResponderExcluir
  5. Ótima entrevista, o direito sempre me desperta mta curiosidade, principalmente em filmes e séries, adoro as cenas de tribunais. Uma grande profissão. ❤

    ResponderExcluir
  6. Sou muito curiosa com essa profissão, foi uma das minhas escolhidas no vestibular. Adorei a entrevista.

    ResponderExcluir
  7. Legal a ideia do post, acho que pode ajudar quem está se decidindo ainda. Bem completa a entrevista, tocou em pontos importantes da profissão.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  8. Olá! Eu AMEEEEEEI essa ideia de post. Acho super incrível mesmo, porque sabemos como essa decisão pesa e nos preocupa. Pra quem ta indeciso, vai sr uma grande ajuda. Parabéns pela iniciativa. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem? Que post mais criativo. É muito bom ter essa experiência com profissionais das mais diversas áreas, ainda mais se é alguma que nos interessa. Minha sempre pensou que eu seria advogada mas acabei fazendo Administração. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  10. Gente, eu tiro MUITO meu chapéu pra quem estuda Direito e se torna advogado. Meu Deus, é muita coisa para se ter na cabeça. Além de leis e códigos, tem muito e muito mais por trás da profissão. Eu fiz uma pós em Psicologia Jurídica e já fiquei bem louca.
    Parabéns pelo post. É ótimo delinear um pouco as diversas profissões.
    Um beijo

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  11. Nossa, achei bem legal essa série do seu blog. Gostei da entrevista, bem esclarecedora. Acredito que possa ajudar pessoas que ainda estão escolhendo sua profissão.

    Beijos!


    🌗 Relatos de um Garoto de Outro Planeta

    ResponderExcluir

Comente Aqui!!

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Renata Massa

imagem-logo