segunda-feira, 8 de julho de 2019

Tecnólogo em Radiologia, por quê?



Olá, gente atraente e bonita que frequenta esse blog. Tudo bem com vocês? Eu ando bem animada em falar das novidades fresquinhas para vocês, que na verdade servem para todo mundo. 

E se você me segue no Instagram, sabe que em Agosto/2019 iniciarei minha graduação em Bacharelado em Direito, e que cursei Licenciatura em Física, Tecnólogo em Radiologia, Biotecnologia e até Astronomia na UFRJ #uffaaaa! Quanta indecisão. Confesso que estou bem apreensiva, não faço ideia do que pode acontecer dentro de uma sala de aula do curso de direito, será que devo comprar um VadeMecum logo de cara? Será que um caderno de 10 matérias é o suficiente? Devo comprar todos os livros que os professores indicam? Será que eu vou passar na OAB?
Será que eu vou ter trabalho depois de formada ou eu DEVERIA ESCOLHER OUTRO CURSO?

Passei 4 anos vendo meu irmão se descabelar com pilhas e pilhas de livros. Tudo bem eu não vou contar pra ninguém, mas já fiz alguns trabalhos da Faculdade para ele, e isso me deixou apaixonada. Mas sabe, é bem importante procurar profissionais capacitados e bem treinados para lhe dar uma ajudinha na hora de escolher a faculdade que vai cursar. Mas como sou uma moça muito indecisa, hoje vou apresentar para vocês uma PROFISSÃO que sempre foi um sonho pra mim, mas tinha muito medo de cursar.

Por isso resolvi criar o quadro Profissão, Por Quê? aqui no blog que será um guia na hora de decidir o que fazer da vida. 

Trifólio Simbolo da Radiologia

Tecnólogo em Radiologia


Hoje em primeira mão trago a Tecnóloga em Radiologia pelas Faculdades Integradas Camões (Curitiba), Especialista em Ressonância Magnética e Tomografia Computadorizada pela Facin Cursos (Curitiba) e Mestranda em Engenharia Biomédica pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná- UTFPR, Doraly Hideco Suzuki.

Doraly Hideco Suzuki
MVPA: Olá Doraly, muito obrigada por ter aceitado dar essa pequena entrevista ao Minha Vida por Acaso, assim como eu, existem diversas pessoas indecisas sobre o que ser na vida. Conte pra gente como foi sua trajetória até chegar à decisão de ser Tecnóloga em Radiologia.

Doraly : Foi primeiro por curiosidade, na época em que eu fazia um curso disponível no SENAC Paranaguá que era Conferente de conteineres e cargas gerais, que era um curso muito na “moda” em 2003 por conta do “boom” portuário. Em uma das visitas técnicas chegamos próximos de uma área restrita, o professor responsável nos informou que a partir da área reservada não se poderia aproximar pelo risco de irradiação, pois as cargas estavam sendo vistoriadas por meio do escâner de raios X.

Aquilo me intrigou muito na época, e em outro dia pedi permissão para conhecer o equipamento e como se operava tudo aquilo. Fascinei-me, e eu disse professor “um dia eu vou saber fazer isso aí”.

No meu primeiro dia do emprego dos sonhos, recebi uma ligação do meu esposo, dizendo que eu estava sendo convocada para assumir a vaga no hospital de um concurso que prestei e sai em primeiro lugar da colocação. Como assim, primeiro lugar? Pessoas diziam que sem QI eu não seria chamada, e que só os “peixinhos” eram chamados, nem liguei de ir ver as colocações. Então logo eu tomei uma decisão que mudou tudo na minha vida. Larguei tudo e fui assumir a vaga no Hospital. E por coincidência me designaram para trabalhar no setor de radiologia. Havia muito pra aprender lá. Primeira coisa que aprendi, é que nessa nova carreira não tem espaço pra trabalhar de salto alto.

Logo fiz o curso de auxiliar de Radiologia, e fui cada vez mais me apaixonando por aquilo tudo, aquela correria pra ajudar as pessoas. Logo iniciei o curso técnico pela Escola Técnica da Federal do Paraná, e tive alguns problemas com alguns colegas que não aceitavam que eu auxiliar me tornasse técnica como eles. Fui inclusive impedida de trabalhar na minha sala de revelação nos plantões em que “alguns” técnicos não aceitavam que eu aprimorasse meus estudos, por medo de que eu “tirasse” seus empregos. Não foi nada velado, pois foi imposto que eu só poderia voltar a entrar na sala de revelação se eu parasse de estudar.

Mas, não cedi, e continuei estudando, fazendo concursos, até que providencialmente passei num concurso da prefeitura em 2007 pra vaga de auxiliar de radiologia e assumi.
Apesar de ter iniciado outros cursos, eu queria fazer tecnologia em radiologia, mas, ter discalculia para fazer um curso de exatas não tornava isso fácil. Mas no fim das contas eu consegui. 

Doraly Hideco Suzuki
MVPA: Tecnologia em Radiologia é um curso de nível superior? E qual a diferença entre o Técnico em Radiologia?

Doraly : Sim, é um curso de nível superior que supre as necessidades a nível de conhecimento profissional para o ingresso ao mercado de trabalho. No curso técnico eu aprendi a ter noção de anatomia, noções de segurança radiológica, e noções de humanização. Na faculdade eu aprendi a gerir um setor de saúde, a Radiologia se aprofundou em outros segmentos que não são exclusivos de saúde, como as aplicações na indústria, no ramo de veterinária e de segurança.

Atualmente o tecnólogo em radiologia tem preenchido vagas em setores de radiodiagnóstico avançado como tomografia e ressonância, porém estão cada vez mais se capacitando a outras áreas como na indústria de alimentos, de inspeção e manutenção de soldas, e até mesmo na segurança como inspetores nas alfândegas.

MPVA: Você poderia brevemente descrever o que faz um tecnólogo em radiologia? Dizem por ai que é somente apertar um botão e se aposentar cedo, isso é verdade:

Doraly : No setor em que eu trabalho desde antes da minha formação, prossigo atendendo às funções inerentes aos cargos concebidos anos atrás, porém, o que mudou é que sou uma das poucas funcionárias que recebem os prêmios de incentivo à qualificação, e a que mais avançou no plano de carreira. Todos me procuram quando precisam de orientação quanto a procedimentos radiológicos, de contratos, de licitação, e outras questões ligadas à ergonomia de trabalho.

Só mesmo estando na área pra ter ideia do universo de quem trabalha na radiologia, seja la qual sua função, porque pra quem atua na saúde, você dá sua hora de refeição, da sesta, daquele final de semana com a sua família, de curtir um feriado com a família pra estar ali, sendo os olhos do médico, aprendendo a equalizar o lado negativo da profissão como os mau salários, excesso de demanda, equipamentos sucateados, e ainda assim, atender bem o paciente, fazendo o seu melhor.

O apertador de botão faz um exame male má, com muita preguiça não se importa em aprimorar ou repensar suas técnicas, seu orgulho o faz sentir melhor que os outros, inclusive melhor do que aqueles que nos procuram. 

Nós protegemos o quanto podemos da radiação, mas, mesmo assim, nossa carga horária é reduzida por conta do risco que é trabalhar com algo invisível como a radiação, e a ganância dos governos políticos têm impedido de nos aposentar conforme prevê a legislação e recentemente cogitou-se a extinguir a aposentadoria especial por insalubridade. Estou no meio da carreira, e embora apreensiva, ainda não me arrependo de fazer tudo que eu fiz pra chegar aqui.

Doraly Hideco Suzuki
MVPA : Prometo que estou quase acabando, pude notar por suas ultimas publicações que está defendendo sua tese de Mestrado não é mesmo? Poderia falar um pouco sobre ela? O que seria? E quais os benefícios dessa descoberta ou desse estudo?

Doraly : É verdade, estou mesmo. Pela vivência na Radiologia em setores do serviço público de saúde, percebi que talvez pela alta taxa de demanda, ser atendido pelo SUS é verdadeiramente uma roleta russa. A razão é que se você chega a um determinado serviço de saúde, dependendo do horário ou do profissional que você é atendido, você em algum momento vai observar que poderia ter sido melhor atendido. 

O meu estudo quer chegar a determinar onde estão as falhas, meu estudo é sobre a Humanização no setor de saúde, como poderá ser alcançado. Os estudos anteriores veem a humanização apenas pelo lado do paciente, sim ele é o ator principal, pois sem o paciente, não há SUS. Mas, eu quero buscar o outro lado, pois, acredito que um profissional tratado como humano tem maiores condições de tratar um paciente de forma humanizada, então é isso, quero mostrar diversas facetas que trazem a humanização para dentro da equipe que por consequência  estará proporcionando um atendimento humanizado ao paciente e quem sabe contribuir para a melhora da humanização no nosso SUS.

MVPA: Qual seria seu maior conselho para aqueles que desejam ingressar no curso superior de Tecnologia em Radiologia?

Doraly: Olha, não desista, haverá muitas dificuldades. Moro em uma cidade, estudo em outra, trabalho em dois serviços diferentes em duas cidades diferentes, então o cansaço era de se esperar. Certa vez, uma colega ficava irritada porque ela não estudava, não trabalhava em outro serviço, e não entendia a razão de eu só ter aqueles 10 minutos pra me alimentar e seguir trabalhando, dizendo que eu estava me empenhando pra nada, pois, nada daquilo me traria felicidade.

Pois eu digo, sim eu me sinto feliz por ter aprendido a fazer meu trabalho da melhor forma, conheço todos os passos, e é através dele que mantenho a minha família, que foi através dela que obtive êxito em todo o caminho que trilhei até o momento. E falando em família, na minha formatura tive o prazer de ter meu pai e minha avó presentes, eles se orgulhavam muito de mim, me sinto muito feliz de poder ter dado essa alegria pra eles, que hoje são falecidos.

Tecnóloga Doraly, nós do Minha Vida Por Acaso queremos agradecer a sua disposição em nos dar essa breve entrevista.

Se você tem dúvidas sobre alguma profissão, comenta aqui embaixo e me deixe saber sua opinião. Um grande beijo, amores e amoras. 

20 comentários

  1. esse momento da escolha é sempre dificil! adorei conhecer mais sobre essa profissao

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Hey Darling:)
    Super Interesting post, I never heard before as more detailed post about this. I am very curious now:)
    Thank you for sharing such a detailed post and many informations:)
    Happy Week
    Karina

    ResponderExcluir
  3. Escolher uma profissão é importante na vida de uma pessoa, muito legal saber mais dessa profissão, excelente a entrevista com a Doraly bjs.

    ResponderExcluir
  4. Achei bem legal você criar esse quadro: Profissão, por quê? Bem instritivo. Eu não tinha noção sobre essas profissões...tão distantes do meu universo. Sempre bom conhecer novos universos! ;)

    ResponderExcluir
  5. Hello!!! Primeiro parabéns pela graduação em direito sucesso pra ti, e segundo que o post e a ideia foram excelentes legal abordar radiologia eu já conhecia bem a profissão pois fiz biomedicina e uma das especializações que temos envolve este ramo, enfim é super normal a duvida e mudar de curso afinal eu também vou tentar uma segunda graduação este ano Letra.
    Sucesso linda

    ResponderExcluir
  6. Bem, minha foto já mostra que é em Hospital rsrs, eu simplesmente amei Cursar o Ensino Superior em Radiologia, parei faltando bem pouco para ir pro meu curso dos SONHOS que é o Direito.
    Mas a Radiologia é uma profissão muito linda e que não tem o devido respeito e reconhecimento que merece.
    Doraly é uma guerreira, simplesmente eu não sei como ela tem tempo para respirar nessa rotina dela.
    Amei essa entrevista!

    ResponderExcluir
  7. Essa é uma das profissões mais lindas eu sinda cogitei fazer o curso técnico de radiologia porém desisti e fui para fisioterapia.
    Mais parabéns pela escolha.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia, eu gostei bsatante da sua explicação, e em prmeiro lugar quero te parabenizar pelo curso escolhido, o meu primo fez, mas depois optou por não seguir na carreira. beijos

    ResponderExcluir
  9. Ótima entrevista. Escolheram a pedsoa certa, pois a Doraly é fera na área que atua.

    ResponderExcluir
  10. Entrevista incrível, amei!Sou enfermeira, e tenho privilégio de fazer alguns plantões com Doraly, e digo a vocês, que ela é uma baita profissional, faz diferença em sua atuação profissional, tanto com os pacientes como com os colegas, pois foca em conhecimento e compartilhar estes conhecimento; Esta visão e postura fazem toda diferença na radiologia, como também em qualquer outra profissão. Sucesso à todos nas escolhas de suas profissões e Parabéns enorme pra Doraly e um abraço apertado.

    ResponderExcluir
  11. Sobre o curso de direito, meu esposo está terminando, e é bem puxado, tem que gostar mesmo pois são pilhas e pilhas de livros. Sobre radiologia tenho lido que ha poucos profissionais na área por isso há vagas e bons salários, tá aí um curso que vale a pena investir.

    https://sobreavidasm.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Tenho algumas amigos que são radiologistas e uma Biomédica, acho a área incrível, só não gosto muito do ambiente hospitalar, clínicas e tal...
    Gostei, muito legal!
    Blog ArroJada Mix|Blog Prosa e Texto|Blog Vapor da Cozinha

    ResponderExcluir
  13. Doraly, excelente pessoa e tenho certeza que é uma excelente profissional

    ResponderExcluir
  14. amei a ideia desse quadro aqui no blog, ajuda ate entender melhor o que o profissional daquela area faz, parabens pela graduação em direito muito sucesso pra vc. E eu amei saber o que um tecnologo em radiologia faz eu realmente tinhas duvidas e tbm saber mais sobre a tese de mestrado da doraly foi bem legal

    ResponderExcluir
  15. Oiiiii,
    além de ser legal saber sobre essa profissão cujo eu não sabia nada rsrs parabéns!!!!, se você ta feliz é o que importa!

    ResponderExcluir
  16. Muitos ainda tem dúvidas do que realmente querem exercer
    mas nada melhor do que pesquisar sobre a profissão e senti se essa sera a profissão que toca o coração. Que demais essa profissão acho muito importante, adorei ter tirado alumas dúvidas, pois agora quem pensa estar exercendo ela, ja sabe como sera
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Muitas pessoas ficam na duvida do que realmente querem e teste vocacional p mim n funciona rs

    ResponderExcluir
  18. Eu acho a area de Biomédica muito linda!

    ResponderExcluir
  19. Radiologia é um ótimo curso, parabéns pela sua escolha!

    ResponderExcluir
  20. Radiologia, os olhos da medicina!
    Realmente essa frase faz jus a realidade exercida por um profissional das práticas radiológicas.0
    O conhecimento de um tecnólogo em radiologia é muito amplo, extrapolando a função de "tirar xapa" ( não me matem eu sei que não é xapa, e sim chapa suhsauhasuh mentira)
    É uma profissão tão ampla, que possibilita o profissional a exercer funções de altíssimo grau em hospitais e clinicas de diagnóstico por imagem.
    Tirando que esses profissionais convivem tanto no ambiente hospitalar que acabam se tornando Médicos Leigos! sabe no direito, onde tem o Juiz Leigo que exerce a função mas de modo limitado,pois não tem a certificação como juiz mas demonstra ter conhecimento? é a mesma coisa. Simplesmente fantástico.
    Parabéns pelo Quadro, e Parabéns a Doraly, que ela sobreviva a essa rotina puxada suhsaasuhasuhas

    ResponderExcluir

Comente Aqui!!

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Renata Massa

imagem-logo