segunda-feira, 7 de maio de 2018

Como saber se as pintas na pele representam perigo para a saúde


Olá, meu amores e amoras!!! Como vocês estão? Por aqui temos um resfriado chatinho mas nada que me impeça de vir dar uma dica de saúde pra vocês. Como Maio é o mês Internacional de Combate ao Melanoma (tipo agressivo de câncer de pele), é importante darmos devida atenção a sinais de alerta. Pensando nisso, o Instituto Melanoma Brasil inicia campanha anual para alertar população e dá  dicas de como diferenciar marcas inofensivas das que podem esconder um câncer de pele.






Como a maioria dos tumores, o câncer de pele tem 90% de chances de cura quando é diagnosticado cedo. Fazer o autoexame de pintas e manchas é fundamental para identificar os primeiros sinais dos diferentes tipos da doença, inclusive o câncer de pele mais perigoso e letal que existe, o melanoma. Maio é o mês internacional de combate ao melanoma e para disseminar conhecimento sobre o tema, o Instituto Melanoma Brasil, ONG que atua na divulgação e conscientização sobre a doença, acaba de iniciar campanha de prevenção. Dr. Elimar Gomes, dermatologista e membro do Comitê Científico do Instituto Melanoma Brasil, esclarece dúvidas sobre pintas e dá dicas de como saber e identificar se elas representam algum perigo para a saúde.

As pintas são de origem genética ou provocada pela exposição solar? Elas surgem em qualquer idade?

Dr. Elimar Gomes: Nós, dermatologistas, chamamos as pintas de "nevos". Sendo assim, existem dois tipos de nevos: os congênitos (quando nascemos com uma pinta) e os adquiridos (que são aquelas pintas que surgem durante a vida). Os nevos congênitos são de origem exclusivamente genética enquanto os nevos adquiridos possuem um "facilitador genético" e o seu número aumenta com o grau de exposição solar principalmente na infância e adolescência. Justamente, neste período, surgem a maioria das nossas pintas. Normalmente elas continuam a surgir até os 35 e 40 anos e, depois disso, elas ficam estáveis e algumas tendem a desaparecer.

⇒ Pessoas com muitas pintas pelo corpo têm mais chances de desenvolver câncer de pele?

Dr. Elimar Gomes: Sim! Quanto maior o número de pintas pelo corpo maior o risco de desenvolver o câncer melanoma. Por exemplo, as pessoas com mais de 100 pintas têm um risco 6 vezes maior de desenvolver um câncer melanoma do que a população geral.

⇒ Toda pinta pode se transformar em melanoma?

Dr. Elimar Gomes: Sim, não é uma situação comum, mas qualquer pinta pode se transformar em um melanoma. O mais comum é o melanoma surgir de uma região da pele normal, mas, como o melanoma também tem cor escura, na maioria das vezes, ele pode ser confundido com uma pinta comum enquanto ele está pequeno. Por isso a importância do exame dermatológico e do acompanhamento das "pintas" que estiverem se modificando.

⇒ Como se diferencia um melanoma de um câncer de pele não melanoma?

Dr. Elimar Gomes: Na maioria das vezes, o melanoma se apresenta com uma mancha escura com cores variadas (preto, marrom, azulado) e o câncer de pele não melanoma como bolinhas brilhantes ou peroladas em crescimento ou feridas que não cicatrizam. Mas, muitas vezes, essa diferenciação é difícil, sendo necessário um exame dermatológico detalhado, dermatoscopia (examinar a pele com uma lente de aumento) ou fazer uma biopsia confirmatória.

Procedimento de Dermatoscopia

⇒ Quais formas de facilitar o diagnóstico precoce de melanoma?

Dr. Elimar Gomes: A melhor forma é realizando mensalmente o autoexame da pele, seguindo a regra ABCDE para avaliar a aparência das pintas. É um método simples e prático. E identificando qualquer anormalidade, deve-se imediatamente buscar ajuda médica. A regra ABCDE funciona da seguinte forma:
 Assimetria: imagine uma divisão no meio da pinta e verifique se os dois lados são iguais. Se apresentarem diferenças deve ser investigado
 Bordas irregulares: as pintas são dentadas, chanfradas, com sulcos
 Cor: a coloração não é a mesma em toda a pinta, há diferentes tons de marrom, preto e, às vezes, azul, vermelho ou branco
 Diâmetro: veja se a pinta ou mancha está crescendo progressivamente ou se maior que 5 mm (0,5 cm)
 Evolução: mudanças da aparência ou crescimento rápido de uma pinta.
O câncer de pele é muito comum entre brasileiros e, sozinho, apresenta mais casos no País do que os outros 17 tipos de tumores, segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (INCA). O melanoma é um tipo de câncer de pele originado nos melanócitos – células que produzem a melanina, substância responsável pela cor da pele. Ele representa apenas 5% dos tumores malignos de pele, mas é o de maior gravidade e mortalidade devido a sua grande capacidade de produzir metástases – quando as células tumorais comprometem outros órgãos, tais como fígado, pulmões e cérebro. Para 2018, a estimativa é de 6.260 novos casos de melanoma, sendo 2.920 homens e 3.340 mulheres.



Acompanhe o Melanoma Brasil e suas novidades:
↪Instagram: @melanomabrasil

Sobre o Instituto Melanoma Brasil:

O Instituto Melanoma Brasil é uma organização não governamental sem fins lucrativos que atua na divulgação e conscientização sobre o melanoma, o tipo de câncer de pele mais perigoso e letal. Entre seus objetivos está promover a educação sobre a importância do autocuidado, da prevenção e do diagnóstico precoce para toda a população. Além de promover ações de comunicação, o Instituto também acolhe, incentiva o relacionamento e troca de experiências entre pacientes diagnosticados com a doença e os apoia em sua jornada contra o melanoma. O Instituto nasceu em abril de 2014, após o diagnóstico de melanoma de sua idealizadora, Rebecca Montanheiro. Além da Diretoria Executiva, a organização conta com um Comitê Científico, formado por médicos dermatologistas e oncologistas, e coordena o Grupo de Apoio e Acolhimento a Pacientes, hoje com mais de 200 pacientes cadastrados. O Instituto Melanoma Brasil conta com chancela e apoio institucional da fundação norte-americana AIM AT Melanoma e do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM).

Portanto, ao menor sinal de alerta, procure orientação especializada. O assunto é sério e com saúde não se brinca. Beijoka´s e até a próxima. 

17 comentários:

  1. Excelente post, parabéns! Alguns anos atrás fiz esse exame porque tinha muitas pintinhas, tive que remove-las. Mas estava tudo ok, foi só o meu médico que queria ter certeza se estava 100%. E estava.É super importante se cuidar, não é verdade?

    ResponderExcluir
  2. Nossa, não sabia que as pessoas com mais pintas no corpo tem mais chances de ter cancer, vou me cuidar bem mais agora.

    Graças a Deus as pintinhas que tenho nenhuma são parecidas á essas da imagem, mas é bom eu abrir o olho e me cuidar

    beijos
    maisumbeijo.com

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho uma pinta de nascença que já acompanhei em vários dermatos e todos falaram ser benigna...ufa né? Obrigada pelas dicas ♥

    ResponderExcluir
  4. Excelente o post falando sobre esse assunto, temos que ficar sempre atento a nossa pele quando aparecem pintas e manchas, muitas vezes a pessoa não dá a atenção a pintas e manchas. Muito bom saber das informações, bjs.

    ResponderExcluir
  5. boa noite, como vai? Eu gostei bastante das suas dicas, realmente ter cuidados e sempre estar observando o nosso corpo , para caso tenha alguma mancinha , realmente é interessante ir ao medico

    ResponderExcluir
  6. Achei bem interessante, eu tenho algumas manchas mais nada que eu precise me preocupar são de nascença.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Nossa não sabia nada a respeito, muito informativo o post, sempre bom ficar atento a essas pintas e é claro procurar um dermatologista né, o que as vezes pensamos que é uma simples pintinha ou mancha, não é

    ResponderExcluir
  8. Já sabia dessa história de que pessoas com pintas poderiam desenvolver câncer de pele, acho que no Brasil as pessoas se expõem mais ao sol sem cuidados com a pele,como eu não tenho nenhuma que seja de tamanho médio ou regular nunca me preocupei em fazer esses exames, mas todo cuidado nunca é pouco e essa postagem vem de encontro para muitas pessoas que Talvez tenham essas pintas ou conheçam alguém que as tenha. Vamos nos cuidar 😘

    ResponderExcluir
  9. Com certeza é algo a se tomar muito cuidado, eu não sabia que as pessoas com mais pintas tem mais chances de desenvolver, o bom é que descobrindo cedo tem chances de cura e isso é importante! Ótima postagem a informação sobre o assunto ajuda de diversas formas

    ResponderExcluir
  10. Uaaau
    Que postagem incrível!! Sabia um pouco sobre as informações de como detectar uma mancha estranha, mas não conhecia o Instituto Melanoma Brasil, nem sabia sabia que maio era o mês da luta contra esse tipo de câncer.
    Parabéns pela postagem!!
    Bjs

    Livre Lendo

    ResponderExcluir
  11. nunca poderia imaginar quma pinta poderia fazer algum risco a nós bem informativo seu post

    ResponderExcluir
  12. Interessantíssimo seu post, fica o alerta para as manchas que aparecem.

    ResponderExcluir
  13. Excelente post, serve de alerta para não descuidarmos de nossa pele. É importante ficarmos atentos para as pintas e o risco de desenvolvimento de câncer. Quanto mais cedo o problema for identificado, maiores serão as chances de cura.

    ResponderExcluir
  14. As vezes fico analisando minhas pintas, pois sou muito pintosa.rs. Tem algumas que to querendo ir no dermatologista , mas sempre adio.

    ResponderExcluir
  15. Oi Paula! Que post maravilhoooso! Aqui em casa, somos todos muito cheios de pintinhas rs. Por isso, minha mãe sempre me falou para tomar cuidado com surgimentos delas. Acho que a gente, ainda mais no RJ, precisa de cada vez mais consciência da importância do protetor solar. Eles ajudam muito. Parabéns pela escolha de entrevista. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  16. Muito interessante seu post! Eu ja sabia sobre algumas coisas mas outras gostei de ficar sabendo por aqui! Agora vou ficar fazendo esse teste em todas as minhas pintas hahaha

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  17. Oi Paula, tudo bem?

    Que post simplesmente maravilhoso e útil. Confesso que não sabia sobre a maioria das informações passadas e que achei-as maravilhosas. Vou começar a fazer essa avaliação, pois já fiquei preocupada. Parabéns pelo post!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Comente Aqui!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...